terça-feira, 1 de abril de 2008

Um Don Juan

Olhos de laço
Tramando pecados
Que levam aos céus.

Cada passo pensado,
Movimentos calculados,
Um verdadeiro Don Juan
Em pele de Romeu.

E quem resistiria?
Deixar essa paixão
No plano da fantasia?
Não eu.

Não recusei seus encantos,
Nem seus beijos,
Nem suas vontades.
Quis tê-lo com toda intensidade
Antes que dissesse adeus

E chegada a inevitável partida
Enchi-me de alegria
Por tê-lo em meu pensamento.

Não houve motivo de lágrima
Nem de arrependimento:
Melhor ter um pouco de algo
do que nada ao extremo.

(Grazielle Santos Silva)

Nota pós-textual¹: Às vezes os adeus não é para sempre, e o re-encontro é melhor que o encontro - assim espero.

Nota pós-textual²: Acho que os trabalhos que fiz de Florbela e Aloísio e suas características
donjuanescas acabaram me influênciando.

3 comentários :

Thito disse...

"Ir não quer dizer patir;
voltar não quer dizer ficar."

Escrevi isso em algum post meu.

E nesse momento estou evitando relacionamentos Donjuanescos, estou precisando mais de algo do tipo "e viveram felizes para sempre".

;)

SAMANTHA ABREU disse...

Muito bom, Grazi!

Vinicius disse...

as vezes um don juan não pensa nos passos dele rs...
faz sem querer....

legal .. m+ uma vez parabéns pelo texto / musica / poema ... rsrs

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...