terça-feira, 25 de março de 2008

Homenagem

Fui iniciada no universo da bola antes mesmo de ser gente. Meu pai e minha mãe se conheceram em folias de arranjar jogos de fim de semana. Lembro-me de pequena, ir a jogos amadores onde meu pai ganhava (sim porque meu pai é o pai que joga melhor que todos os pais do mundo)... Daí vieram meus irmãos caçulas e assistir jogos aos domingos já não era mais opção - e sim lei. Então assim meio por osmose passei a enterder de passes e faltas e impedimentos. E aprendi também a torcer. Meu time é o mesmo do meu pai e do meu avô. Foi uma escolha a princípio hereditária mas vem crescendo com o tempo. E como hoje é o centenário do CLUBE ATLÉTICO MINEIRO, deixo vocês com Roberto Drummond. É a minha singela homenagem ao Galo forte e vingador!


O SER ATLETICANO
* Roberto Drummond

O Atleticano é diferente de qualquer outro torcedor
É diferente, pois não se restringe a ser
Somente torcedor
Ser Atleticano é como casamento
Na saúde e na doença
Nas alegrias e nas tristezas
Mesmo quando a doença parece não ir
E as tristezas teimam em permanecer

O Atleticano é capaz de
Após uma derrota humilhante
Pegar a camisa no armário
E sair às ruas
Mesmo sendo alvo de piadas
Isso por que o Atleticano não torce por um time
Torce por uma nação
E tal qual em uma guerra
Um cidadão não renega um país
Mesmo que a derrota seja grande
O Atleticano apóia seu time na derrota
Pois os obstáculos engrandecem
Seu sentimento de nacionalismo

E que me perdoem os que têm apenas títulos
Claro que são importantes
Mas o Atleticano tem algo que os outros nunca terão
Tem paixão!

Nota pós-textual: Minha amiga blogueira e atleticana também fez uma postagem especial. Se quiserem conhecer mais desse time é só acessar o blog MUNDO CÃO by Cacá.

4 comentários :

Cacá BH disse...

adorei saber como vc começou a gostar de futebol e principalmente do Galo....
beijoss
e galoooo sempre!

Vinicius disse...

Coitado do galo da comarca tá ficando veinho rs....

SAMANTHA ABREU disse...

Ah, puxa... eu sou Palmeirense...
ahahahaa

mas tenho lembranças parecidas da infência...
;D

Um beijO!

Ana disse...

Olha! Foi assim que fui iniciada ao mundo da bola tb! :D Mas meu avô é cruzeirense... Meu pai puxou o lado da minha avó, que é atleticana doente! hahaha
Bjs
Ana
www.mineirasuai.blogspot.com

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...