segunda-feira, 10 de março de 2008

Cantando

Cantando o que não tenho
Para ter o que me falta,
Construo castelos de vento,
Palácios em terras altas,
Tão altas que não alcanço...
Pobre imaginação incauta!

Mas de tanto, tanto querer,
Para não ficar na vontade,
Hei de um dia poder
Fantasia fazer verdade.
E viver feliz para sempre,
Há de ser realidade.


Nota pós-textual: Eu ainda vou aprender a escrever com formas fixas... Mas minhas palavras andam meio indomadas...

4 comentários :

Cacá BH disse...

a sua imaginação faz coisas amiga...
quando você menos perceber, tudo que vc constróe em pensamento, vai estar aí na sua frente.. seus palácios, com suas torres, seus sonhos, desejos...
beijos!

Gabriel Fiorini disse...

Só posso dizer que quem canta seus males espanta rsrsrs.

beijos

Ty, o Incauto. disse...

eles veem coisas que existem e se perguntam: porque?
eu imagino coisas que não existem e me pergunto: porque não?

nunca escreva de forma muito "fixa"...assim ta otimo!

Caito disse...

Então parabéns pelas palavras indomadas!

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...