domingo, 15 de novembro de 2015

O Beijo

Beijo por beijo
Vazio de desejo,
Sem paixão ou encanto
Puramente mecânico
Lábios, 

Línguas, 
Saliva,
Garganta,
Encontro em qualquer canto,
Em qualquer esquina,
Em qualquer rapaz,
E não me fascina.

Beijo que é Beijo
Tem um quê de mistério.
Começa etéreo
E vai sendo degustado
Gostado 

e gastado
Pedaço a pedaço
E nunca tem fim.

Beijo mesmo,
Daqueles de verdade,
De perder o ar, 

O rumo,
O prumo,
A razão,
O chão,
É uma raridade.


Difícil de achar
gostoso de provar
impossível esquecer.

(Grazielle Santos Silva)                                                                                                                                                                                                                                                              

6 comentários :

Vinicius disse...

legal rs.. são suas essas palavras rs ?
escrev euma letra pra minha banda rs..

Anônimo disse...

Difícil comentar o beijo ou melhor, qq comentário corre o risco de ficar aquém ou além do beijo propriamente dito. Por ser o beijo algo q tem e se faz em medidas milimetricamente certas entre duas pessoas, ele só pode ser sentido, degustado, pois a sua mensurabilidade encontra-se no desejo, naquilo q é passional e foge às regras racionais descritivas e comentadas. Porém, confesso que a beleza de "O beijo" não esteja tanto nas palavras, mas naquilo que antecedeu ao momento da escrita, ou seja, o desejo interior de traduzir o sentimento em palavras.

Saulo disse...

velho, vc ainda consegue se superar?

"eu
só eu
sou eu
meu fardo"

putz.. essa (ela inteira) foi muuuito foda. o.O um dia eu quero escrever inguar a vc. ^^

Thito disse...

Cada um é diferente
no jeito, no gosto,
no fim.

Se todos fossem iguais
e lhes deixasse sem ar
não teria graça.

Ou porque você se emociona demais
ou porque tem asma.

Kkkkkkkkkkkkk

Beijos!!!

Ana disse...

Grazielle, obrigada pela visita e comments!
Quanto ao beijo... menina, te conto um segredinho: este beijo não é único não, viu? Tá cheio de beijo de tirar o fôlego e fazer levitar por aí. O difícil é encontrá-los! rsrs
Muito bom texto!
Beijo
Ana
www.mineirasuai.blogspot.com

SAMANTHA ABREU disse...

que graça...
deu até aquela involuntariedade de ler com a lingua dançando na boca.
Coisa de beijo...
rs.

Um beijo, querida!

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...