quarta-feira, 23 de julho de 2008

Esperanças em pedaços

Nota pré-textual: Por mais que pareça NÃO é um texto triste. São lembranças boas de várias coisas em uma prosa só!


Só faltava uma semana. O tempo começou a correr mais do que antes. Os ponteiros do relógio se moviam rapidamente e pareciam conspirar contra os últimos encontros, os últimos abraços e os últimos beijos. As palavras começaram a sumir, a se extinguir, a se perder em sentenças sem sentido. O silêncio imperou entre os dois. Parecia haver um abismo entre eles. E por mais que eles se abraçassem com todas as forças, esse vão não desaparecia. No fundo, muita coisa precisava ser dita, muitas dúvidas precisavam ser sanadas, mas as palavras... Talvez fosse um escudo que os protegiam contra a verdade absoluta. Certamente a realidade doeria.
Um beijo. Eterno e sem fim. Um beijo de despedida que durou minutos, horas, dias... E os dias passaram, as horas passaram, os minutos passaram. Ele enfim partiu. Nenhuma previsão de retorno. Nenhum plano para o futuro. Nenhuma perspectiva.
A vida continuou. Se eles se encontraram novamente não se sabe. Só há uma certeza — o que aconteceu entre os dois ficou marcado em suas vidas como uma tatuagem na alma. Nada e nem ninguém apagou as lembranças tão memoráveis de dias felizes e esperanças despedaçadas.


:)



(Grazielle Santos Silva)

*Foto de divulagação do filme Diário de uma Paixão

2 comentários :

Cacá BH disse...

ah... que lindinho o seu texto....
é, as vezes acontece isso mesmo. Ao menos ficou a lembrança gostosa e saudosista...
beijos

Thito disse...

Love is in the air, everywhere i looking around...



PS: Acho que você fez associação com alguma locadora. Pra cada vez que locarem Diário de uma paixão você ganha uma locação grátis.

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...