quinta-feira, 9 de agosto de 2007

um texto recente...

Eu me perco nos meus próprios pensamentos. Ando tão distraída que nem percebo a vida passar. Fico ruminando sensações, tentando entender o incompreensível. É como se uma nuvem negra tivesse instalada sobre minha cabeça e eu carregasse o mundo nas costas. Certamente não é um sentimento interessante.

 

Numa dessas minhas distrações, quase tropeço numa garotinha que me observava na sala de dança. Ela carregava uma boneca mais bem vestida que eu e tinha uma paz no olhar que só criança pequena tem. "Engraçado como criança é assim tão cheia de paz." – pensei, e continuei fazendo meus exercícios. Mas ela não tirava os olhos de mim. Devo confessar que adoro crianças, afinal sou professora e trabalho com elas, mas essa menina era particularmente encantadora. Não sei por que ela se aproximou. E não precisou falar nada para me desarmar. Conversei com ela por alguns instantes. Pouquíssimo tempo mesmo! Mas ela saiu tão feliz que parecia que tinha ganhado um brinquedo novo. Foi preciso tão pouco para ela sorrir. De repente todo meu sofrimento não tinha mais nenhum significado.

 

O sol abriu. Vim pra casa mais leve aproveitando os detalhes do caminho. E pela primeira vez na minha vida, sem pensar em absolutamente nada.
 
 
nota: Descobri novos leitores e fiquei muito feliz. Vou tentar atualizar mais vezes na semana!

3 comentários :

James disse...

Bom, rs, eu estou feliz por ser um desses "novos leitores" que te deixaram feliz e estão te incentivando a escrever mais.

Marcelo disse...

Hooh! Tem um texto sobre crianças no meu blog também. E fala sobre essa capacidade que só as pessoas de coração puro têm. Aqui em casa tenho um bom exemplo disso: Meu irmão menor. Lindo texto! ;)

Anônimo disse...

Questionamento pr�prio, independente de eu l�rico / Autor! Muitas vezes pecamos em nos importar com acontecimentos e/ou atitudes pequenas, quando comparadas a uma real percep�o da vida como um todo! A �nica coisa que acredito � que, assim como as crian�as, temos algo de bom dentro de n�s, mas infelizmente pecamos em n�o parar para enxergar. Por este motivo o mundo est� t�o vazio! Tudo se torna competi�o, e quando aparece algu�m com uma proposta diferente, o coitado � sempre mal compreendido. L�gico que este � apenas um ponto de vista ou realidade no meio de v�rias possibilidades, ainda sim, acredito que nossa responsabilidade colaborar para alguma melhoria!

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...