segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Relatos de uma balada

Saí sem pensar em nada
Fui
dancei
brinquei
sorri

E sol que nascia
me fez chegar acompanhada
purificada
aliviada
renovada
e dançada

então dormi

Nota pós-textual: E que comece o ano...

6 comentários :

Sentimental ♥ disse...

Essa exorcizada é ótima...
Espanta até mau olhado...
Beijos

Thito disse...

Não acho que você seja arcaica. Acho que assim como eu, você tem vontade própria.

E só faltou um banho de mar pro texto ficar complero. :D

Marisa disse...

Oi... Muito bom o seu blog.
O Julian meu primo fala muito bem do seu blog, e resolvi visitar.

Parabéns..
Você escreve muito bem.!

Posso colocar seu link no meu blog?

Beijos
Namastê!

Marisa

SAMANTHA ABREU disse...

e que as festas sejam sempre boas!
;D

vinicius disse...

Isso me lembrou a letra de uma musica :p

Garota, o que foi que te deu ?
Ficar a noite toda atrás de alguém que não é seu...
Telefonema, um gesto que me fez Ficar pensando:
"essa é a hora, agora é a minha vez”.

Saiu de casa decidida a encontrar alguém
Toda arrumada, na balada, não tem pra ninguém..

Fugir não é a solução,
Estamos sós na multidão.
Sem rumo e sem direção,
Estamos sós na multidão.

Os drinks fizeram piorar
Pois tinha que ir embora querendo ficar
Está sozinha e mesmo assim sorri;
E não precisa de dinheiro pra se divertir

Saiu de casa decidida a alguém encontrar
Toda arrumada, esperando só você chegar...

Gabriel Fiorini disse...

Eita delícia..... um pequeno post com grande conteúdo rsrsr contou tudo... e que bom quando é assim...

bjs

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...