quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Quem ao alto quer subir

Poster do filme Sonhando Alto
"Quem ao alto quer subir, no topo há de chegar e as estrelas vão rir, do tombo que há de levar". Minha bisa falava isso com minha avó que falava com minha mãe que falava comigo. E é verdade. Quanto mais alto o vôo, mais trágica é a queda. Por isso sempre tento voar numa altura razoável. Tento! Nem sempre isso é possível.

Às vezes vem uma rajada de vento que joga a gente lá pra cima. Parece que é de propósito, pra ver o que acontece. E a sensação é tão boa que parece que a gente esquece. Até acontecer o inevitável: uma queda memorável. Quase que fatal.

E quanto mais feio o tombo mais difícil é a recuperação. Tempos fora do ar, arrastando pelo chão. Daí a gente se refaz e levanta vôo de novo. Pronto! Basta bater as asas que vem outro ventinho desgraçado jogar a gente pra baixo. Mas acho que a vida ensina, e um dia se aprende, que não é qualquer brisa que vai desarmar a gente. 

(Grazielle Santos Silva)

Nota: Texto de 2007, reformulado, revisado, repontuado e temperado com novos sentimentos.
* Pôster do Filme "Sonhando Alto". Alguém já viu? Não encontrei impressões, mas me pareceu interessante e pertinente ao texto.

7 comentários :

Saulo disse...

"E quanto mais feio o tombo mais difícil é a recuperação."

ai ai.. tah dificil escolher a melhor frase desse texto. :D esse vc se superou, sem duvidas. ;)
beijo, grazi! e.. precisando.. grita! ^^

Evan FireHeart disse...

Eu acho assim, quanto mais alto eu conseguir voar, melhor, pq consigo ver as coisas muito mais longe. E mesmo q eu caia, o q é provável, faço o máximo para cair o mais longe possível do meu ponto de partida, assim estando mais cada vez mais perto das coisas incríveis q ví lá do alto....

^^

xêro

Marcelo Almeida dos Reis. disse...

Pra mim, sinceramente, o importante é que sempre haja vento pra soprar. Cabe a você aprender a planar nele.
:)

Gilvan disse...

"Quem ao alto quer subir, no topo há de chegar, as estrelas hão de rir, do tombo que há de levar"

"Aquilo que não me mata torna-me mais forte" (Nietzsche)

thinker disse...

Vixi...ja tomei alguns tombos feios...mas isso acontece neh. Eh assim que a gente cresce como pessoa e fica mais forte a cada recuperacao!
Eu realmente tenho medo de alturas, mas como vc disse..as vezes vem um vento e sopra a gente la no alto. é um ciclo.

bjus

Nara Caroline disse...

"...E quanto mais feio o tombo mais difícil é a recuperação. Tempos fora do ar. Arrastando pelo chão. Daí a gente se refaz e levanta vôo de novo. Pronto! Basta bater as asas que vem outro ventinho desgraçado jogar a gente pra baixo. Mas acho que a vida ensina, e um dia se aprende, que não é qualquer brisa que vai desarmar a gente."

Muito bom grazi
Parabéns
bjuss

Anônimo disse...

bom comeco

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...