terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Na dose certa

Ele aparece assim, sem ser convidado, diante da vida, das dificuldades, da distância, das novidades. Há quem diga que ele é necessário e que sem ele não haveria coragem. É bem verdade que por sua causa agimos com ponderação. Mas às vezes deixamos de viver tanta coisa boa por conta dele... Por isso quero tê-lo na dose certa. Quero senti-lo em minhas veias por alguns segundos e superá-lo logo em seguida. Quero tê-lo sem o ter. E quero nele buscar força para ser maior, mais forte e mais decidida. Porque o Medo inevitavelmente aparece em nossas vidas, mas não dá pra viver com ele por muito tempo.

(Grazielle Santos Silva)

Um comentário :

Rebeca Rocha disse...

Acho que "ele" também poderia ser o Amor. :) gostei! Beijos!

Comente com o Facebook:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...